Abono Salarial 2018 Quem tem direito

Abono Salarial 2018 Quem tem direito
4.5 (90%) 4 votes

Quem tem direito ao Abono Salarial 2018

Sabe que é o abono salarial?  Este é um beneficio anual no valor de um salário mínimo e que tem benefício todos os trabalhadores inscritos no Programa PIS/PASEP há pelo menos cinco anos.  A seguir saiba os requisitos para quem tem direito ao abono salarial 2018 receber.

abono-salarial-2018-pis

O trabalhador que tem direito ao abono salarial 2018 é: ter recebido no ano base, no caso 2018 uma remuneração mensal média de até dois salários mínimos (soma das remunerações auferidas e informadas por um ou mais empregadores, incluindo férias e décimo terceiro salário) ter exercido atividade remunerada durante pelo menos 30 dias corridos ou não durante o ano-base de referência; ter seus dados informados de forma correta na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base em questão.

E quem não tem direito ao abono salarial 2018? Quem não tem direito ao abono salarial são os empregados domésticos, trabalhadores urbanos ou rurais que são empregados por pessoa física, menores aprendizes e os diretores sem vínculo empregatício mesmo que a empresa tenha optado pelo recolhimento do FGTS.

Para receber o pagamento do Abono Salarial 2018 este será feito em qualquer agência da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil que é definido de acordo com o calendário que é definido pelo Conselho deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador.  O pagamento é feito baseado no mês de aniversário do beneficiado. No caso do trabalhador nascido em julho, o pagamento começa normalmente dia 13 de agosto; trabalhadores nascidos em agosto, o pagamento será dia 15 de agosto; nascidos em setembro, o pagamento será dia 20 de agosto; trabalhadores nascidos em outubro, o pagamento será dia 22 de agosto; nascidos em novembro, pagamento será dia 12 de setembro; nascidos em dezembro, o pagamento será dia 17 de setembro.

* As datas podem ter sido alteradas para o ano de 2018, portanto você deve conferir.

Lembrando que o abono salarial não pode ser recebido fora dessas datas, por isso, os interessados devem consultar o calendário de pagamento anualmente. Lembrando que este calendário é o mesmo do PIS/PASEP, por isso, o pagamento é feito ou pela Caixa Econômica ou pelo Banco do Brasil.

Para quem pretende requerer o abono salarial 2018, para fazer isso o órgão ou empresa no qual o trabalhador tem vínculo empregatício deve informar na data prevista através da Relação anual de informações sociais (RAIS) que informa as informações do trabalhador ao Ministério do Trabalho.

Lembrando novamente que o pagamento é feito por um calendário e é feito apenas no segundo semestre de cada ano. Por isso se tem dúvidas quanto a isso, consulte o site da Caixa ou Banco do Brasil que podem dar informações sobre este benefício.

Abono Salarial 2018 – Tabela, Valor

Abono Salarial 2018 – Tabela, Valor
4.3 (86.67%) 6 votes

Tabela Abono Salarial 2018

Você já deve ter ouvido falar em
Abono salarial, não é mesmo?  Este é um benefício dado ao trabalhador que está inscrito no programa do PIS/PASEP e que se encaixam em algumas condições para poder receber o abono salarial 2018, veja a seguir quais são os requisitos.

abono-salarial-2018

Entre as condições para
receber o abono salarial 2018 estão: estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos 5 anos; ter recebido no ano-base de referência uma remuneração média mensal de até dois salários mínimos; ter exercido atividade remunerada durante menos de 30 dias, corridos ou não, durante o ano-base de referência; ter seus dados pessoais corretamente  informado na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano base considerado.

Quem não tem direito ao abono salarial 2018? Os empregados domésticos, os trabalhadores urbanos ou rurais empregados por pessoais físicas; os menores aprendizes, os diretores sem vínculo empregatício, mesmo que a empresa tenha optado pelo recolhimento do FGTS.

O pagamento do abono salarial 2018 (PIS/PASEP) normalmente é feito de acordo com o mês de aniversário do trabalhador beneficiário, mas pode ser que o mês de pagamento não coincida com o mês de aniversário.

No caso está presente nestes sites o calendário de pagamento do abono salarial de 2018, quanto ao abono salarial de 2018 ainda não há informações quanto à data de pagamento e valores, pois ainda não foi publicado calendário e nem valores atualizados.

Quanto ao calendário de pagamento do Abono salarial 2018 é o calendário referente ao PIS/PASEP, sendo o PIS (Programa de Integração Social) é um benefício destinado aos funcionários de empresas privadas e o PASEP é destinado aos servidores públicos é são abonos salariais, ou seja, uma espécie de bônus salarial referente ao eu podemos dizer de lucro da empresa. Quanto ao pagamento destes benefícios em 2018 você encontra no site da CAIXA (PIS) ou Banco do Brasil (PASEP). No Caso o pagamento do PIS 2018 é feito da seguinte forma: os trabalhadores nascidos em julho, o pagamento começa dia 13 de agosto; trabalhadores nascidos em agosto, pagamento será dia 15 de agosto; trabalhadores nascidos em setembro, o pagamento será dia 20 de agosto; trabalhadores nascidos em outubro, o pagamento será em 22 de agosto; trabalhador nascido em novembro, pagamento será dia 12 de setembro; trabalhador nascido em dezembro, o pagamento será dia 17 de setembro.

Quanto ao PASEP, consulte o site do Banco do Brasil que segue mais ou menos o mesmo esquema do PIS, só confirme a data de acordo com seu mês de nascimento.

Quanto ao valor do PIS 2018, por exemplo, será o equivalente a um salário mínimo. Na dúvida, não deixe de consultar o site das instituições bancárias responsáveis.

PIS PASEP 2018 – Consulta, Tabela, Pagamento

PIS PASEP 2018 – Consulta, Tabela, Pagamento
5 (100%) 5 votes

Calendário PIS PASEP 2018

Estas siglas vocês já devem ter ouvido em algum lugar, mas não sabe exatamente o que significa? Vamos inicialmente saber o significado de cada sigla, do que se trata e quem tem direito a estes que são benefícios e um pouco da história destes benefícios na vida do trabalhador, além de conferir a
tabela do PIS PASEP 2018

pis-pasep-2018

A sigla
PIS significa Programa de Integração Social que junto com o PASEP o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público são conhecidos mais pelas suas siglas e são contribuições sociais de natureza tributária que são repassadas por pessoas jurídicas e cujo valor tem o objetivo de financiar o pagamento do seguro-desemprego, abono e participação na receita dos órgãos e entidades para os trabalhadores que tem direito a estes benefícios.

Tanto o PIS quanto o PASEP são benefícios que o trabalhador tem direito mediante inscrição através do Documento de Cadastro do Trabalhador (DCT) e cartão do CNPJ. O PIS é devido ao trabalhador aos funcionários de empresas privadas e regidos ela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e o PASEP 2018 é destinado aos trabalhadores servidores públicos que são regidos pelo Regime Jurídico estatutário federal e, neste caso, é administrado pelo Banco do Brasil. No caso do PIS 2018, este é administrado pela Caixa Econômica Federal.

Para quem precisa solicitar o PIS/PASEP 2018 este procedimento pode ser feito pela internet através do site da Previdência Social e tenha em mãos todos os seus documentos como carteira de Trabalho, CPF, documento de identidade, título de eleitor. Depois de sua inscrição, é gerado um número que deve ser bem guardado e se possível imprimir a página onde o número aparece, para que você possa fazer consulta futuramente. No caso do PASEP pode ser feito pelo site do Banco do Brasil pelo link http://www.bb.com.br/portalbb/page100,110,4551,11,0,1,3.bb. Neste link é apresentado calendário de pagamento do PASEP 2018 e a data de pagamento é de acordo com o fim do número de inscrição, sendo o final do pagamento feito até dia 30 de junho de 2018.  No caso do PASEP a inscrição é feito pela entidade que se dirigi ao Banco do Brasil e informar alguns dados como: razão social número de inscrição no CNPJ, endereço completo e data de início das atividades. Lembrando que o trabalhador deve ser inscrito apenas uma vez no PIS/PASEP e seu cadastro é obrigatório no ato de sua primeira admissão. No caso do PASEP a inscrição dos servidores deve acontecer no Banco do Brasil até dia 20 de janeiro do ano subsequente ao ingresso do servidor para que não haja atraso na contagem de tempo de cadastramento do servidor.

Mais informações não deixem de consultar o site da Caixa ou do Banco do Brasil ou da Previdência Social. Para ver a tabela do PIS PASEP 2018 acesse o seguinte link: Calendário PIS 2018.

PIS COFINS

PIS COFINS
5 (100%) 5 votes

PIS/COFINS o que é

Com certeza você já deve ter ouvido falar em PIS, mas e o que é o PIS COFINS?  Saiba a seguir o que é cada um deles e sua importância.

pis-cofins

O PIS é o Programa de Integração Social, mas é mais conhecido como
PIS/PASEP ou simplesmente PIS que é uma contribuição de natureza tributária que é devida a pessoa jurídica e cuja contribuição tem o objetivo de financiar o pagamento do seguro-desemprego e do abono para os trabalhadores que ganham até dois salários mínimos. O PIS quando começou a ser instituído tinha o objetivo de promover a integração do empregado na vida e desenvolvimento da empresa, visando melhor distribuição da renda. Este é devido ao trabalhador da iniciativa privada e que hoje não se sabe bem se é para a distribuição da renda, mas é um direito que o trabalhador da iniciativa privada tem direito.

Já o COFINS é a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social este já é uma contribuição federal também de natureza tributária que é incidente sobre a receita bruta das empresas em geral e esta receita é destinada a financiar a seguridade social. Esta alíquota incide em 7% para as empresas tributadas pelo lucro real e 3% sob os demais tipos de lucratividade. Esta contribuição tem como base de cálculo: o faturamento mensal ou o total de receitas da pessoa jurídica.

Existem ainda outros impostos que são devidos às empresas como o Imposto sobre Operações relativas À Circulação de mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e de Comunicação (ICMS) que é um imposto estadual.

O CONFINS é uma taxa tributária e de natureza cobrada sobre o valor bruto apresentado por uma empresa.  Este imposto visa financiar três pilares que visam prestar assistência ao cidadão brasileiro: Assistência Social, Previdência Social e Saúde Pública. Quem tem que pagar o CONFINS é as pessoas jurídicas, aquelas que respondem do mesmo modo pela legislação de impostos de renda e são isentas apenas as microempresas e empresas pequenas enquadradas no Simples Nacional. Também pagam CONFINS as empresas com produtos de exportação.

Esta taxa tributária do COFINS não é cumulativa e é cobrada de forma mensal, mas há empresas que funcionam pelo sistema de lucro presumido o que favorece que o COFINS seja cobrado de forma cumulativa (nestes casos). Desta forma, a contribuição do COFINS pode ser feita de duas maneiras de forma direta e mensal e também de forma cumulativa. O COFINS uma curiosidade é um dos tributos mais cobrado no Brasil atrás apenas do Imposto de Renda. Se bem que o Brasil é o país dos impostos.

PIS – Dúvidas, Reclamações

PIS – Dúvidas, Reclamações
5 (100%) 1 vote

PIS CAIXA Reclamações

É muito comum existirem dúvidas, sugestões ou reclamações quanto ao atendimento ou providências a serem tomadas pela Caixa Econômica Federal.

E, para que você saiba, as instituições financeiras prestam serviços aos consumidores. Logo, essa relação entre a Caixa e eventuais clientes é regida pelo Código de Defesa do Consumidor – CDC.

pis-caixa-duvidas-reclamacoes-telefone

Desse modo, se você precisar dirimir dúvidas ou fazer reclamações sobre o PIS ou outros serviços da Caixa, como FGTS, bolsa família, seguro desemprego, dentre outros, pode contatar a Caixa Econômica Federal.

Fale Conosco Caixa

Se quiser saber alguma dúvida ou tem alguma reclamação sobre o PIS, basta acessar os canais de atendimento da Caixa.

Pelo site da caixa, é só ir em Fale Conosco, informar se você é ou não correntista do banco, e completar o Formulário de Dúvidas.

As respostas, em geral, não costumam ser rápidas, mas a Caixa entra em contato por telefone ou no e-mail que você disponibilizou.

Reclamações PIS

Para fazer reclamações do PIS, como falta de pagamento ou não disponibilização de dados, também é possível fazê-lo pela internet, pelo site da Caixa. É só preencher um formulário de reclamações, onde você pode informar o motivo da sua indignação e pedir providencias para o seu caso.

Sugestões Caixa

Mas se você passou por alguma situação, pode contribuir com a Caixa e dar a sua sugestão, fazendo o mesmo procedimento online. O mesmo para fazer elogios por conta de algum bom atendimento ou serviço recebido por você.

Lembre-se de que bons funcionários e tratamento devem ser recompensados, para que continuem dessa forma, sempre para melhor.

pis-reclamacoes

Denúncias Caixa

Se você presenciou alguma situação criminosa ou que vá contra a moral e os bons costumes, como por exemplo, algum funcionário pedindo dinheiro para você ou fazendo algum esquema ilícito em relação ao seu PIS, não deixe de fazer uma denúncia ao banco, até para que a situação seja corrigida.

Caixa PIS telefone

Caso prefira, pode pedir informações ou reclamar nos seguintes telefones:

  • Fale Conosco: 0800 726 0101
  • Ouvidoria Caixa: 0800 725 7474
  • Redes Sociais: como facebook, twitter e pelo site gov

Se tiver alguma reclamação a respeito de app ou falta de funcionamento de site, por exemplo, pode contatar o Suporte da Caixa pelo telefone 0800 726 0104.

Reclame aqui PIS

Outra opção para quem quer reclamar do PIS Caixa é o site Reclame Aqui. Ainda que seja bem mais indicado entrar em contato com o banco diretamente pelos canais de atendimento, por ser mais rápido, essa é uma opção utilizada por muitas pessoas.

O banco responde no site do Reclame Aqui.

Mas atenção: não se esqueça de que a reclamação do PIS deve ser fundada para que você tenha o seu problema resolvido. Antes de qualquer coisa, tenha convicção de que você tem direito a receber PIS e que realmente houve algum erro, equívoco ou problema por parte do banco. Do contrário, a instituição financeira não é capaz de resolver questões que estão além de suas competências, como o fato de o cidadão não ter direito ao PIS.

PIS – Telefone 0800, Contato

PIS – Telefone 0800, Contato
5 (100%) 1 vote

PIS Fale Conosco

O PIS é um direito de diversos trabalhadores do Brasil. Logo, é natural que perto dos prazos do calendário do PIS todos se mostrem mais interessados em saber informações sobre o pagamento e saque do PIS.

Há diversas formas de contato com a Caixa para informações sobre o PIS. Abaixo, vamos te mostrar como você pode tê-las com conforto e comodidade.

pis-telefone-0800-contato

Quem tem direito ao PIS?

Terão direito ao PIS quem preencher os seguintes requisitos:

  • Trabalhar com carteira assinada por no mínimo 30 dias no ano anterior.
  • Ganhar até 2 salários mínimos mensais.
  • Estar inscrito no PIS há pelo menos 5 anos.
  • O empregador deve ter repassado ao governo federal a Relação Anual de Informações Sociais – RAIS.

O PIS é pago uma vez ao ano, conforme o calendário PIS. Os valores chegam até 1 salário mínimo.

Saiba mais: Quem Tem Direito ao PIS

É possível consultar o PIS online, a fim de saber se o dinheiro já está disponível para saque ou qual é o saldo recebido.

O PIS não se acumula, ou seja, não pode ser sacado posteriormente, só dentro do prazo do calendário PIS. Se o trabalhador não realizar o saque, perderá os valores, que serão enviados ao FAT – Fundo de Amparo ao Trabalhador.

pis-consulta-pelo-telefone

Quando o valor do PIS já estiver disponível, o beneficiário pode ir a uma Casa Lotérica ou agência da Caixa, portando seus documentos sociais, inclusive CTPS e RG e, ainda, o cartão cidadão, se houver, para que consiga fazer saque do PIS.

Telefone PIS 0800

É possível ter informações usando o PIS telefone 0800, que é o número da Central de Atendimento da Caixa Econômica Federal.

O número PIS é: 0800 726 0207 e a ligação é gratuita se realizada de um telefone fixo. Além do PIS, você pode ter informação sobre outros programas sociais pelo 0800 da Caixa.

O telefone 0800 PIS funciona de segunda à sexta-feira, das 8 às 22, e aos sábados, das 9h às 22h. É só ouvir o menu de opções e escolher aquela de que você precisa. Você pode aproveitar para pedir diversos outros tipos de informações, como bolsa família, FGTS, e muito mais.

pis-contato-telefone

Consultar PIS online

Também é possível ter informações do PIS por meio do app da Caixa ou pelo site dessa instituição financeira, onde o acesso é facilitado.

Atualmente o governo federal vem modernizando e facilitando o acesso de todas as pessoas às informações de seus problemas sociais, para trazer mais conforto no atendimento, bem como evitar filas e aglomerações em bancos.

Desse modo, tente consultar informações PIS pela internet ou app para ter mais comodidade e menos estresse.

Tirou todas as suas dúvidas a respeito do PIS? Se ainda restou alguma, não deixe de acessar o site da Caixa, ou de entrar em contato PIS pelo número 0800, ou, finalmente, pedir auxílio em uma agência da Caixa Econômica Federal. O PIS pode ser uma grande ajuda financeira aos trabalhadores. Por isso, fique atento ao calendário PIS e não perca o prazo para saque.

Seguro Desemprego 2018 Parcelas, Atrasado, Cálculo

Seguro Desemprego 2018 Parcelas, Atrasado, Cálculo
5 (100%) 1 vote

Receber Parcelas do Seguro Desemprego Atrasado

O seguro desemprego é uma ajuda financeira que não é definitiva, já que conferida ao trabalhador que foi demitido sem justa causa do seu emprego. Esse auxílio é pago como se objetivasse substituir o salário que o empregado ganharia se estivesse trabalhando. Ao menos até que ele ganhe uma nova renda. O seguro é pago com base no Fundo de Amparo ao Trabalhador – FAT.

seguro-desemprego

Assim, em vista das novas reformas políticas que estão por vir, nada melhor do que conhecer bem os seus direitos de hoje. Quer saber como o seguro desemprego funciona? Acompanhe mais informações abaixo.

Quem tem Direito ao Seguro Desemprego 2018?

O Seguro desemprego é pago aos trabalhadores dispensados em justa causa, ou seja, que não deram causa à sua demissão. A nova Lei (Lei n° 13134/2015) realizou modificações no seguro desemprego.

Antigamente, o trabalhador poderia laborar somente 6 meses e já fazer o pedido de seguro desemprego. Atualmente, após a vigência da lei, é preciso trabalhar pelo menos 12 meses para ter direito ao seguro desemprego.

Para receber o seguro desemprego 2018, o trabalhador deve preencher outra série de requisitos, como:

  • Não receber benefícios como auxílio-doença ou aposentadoria
  • Ter 12 meses de trabalho custeados pelo empregador
  • Não receber benefícios de parcelas contínuas do INSS
  • Não ter outra renda

Como solicitar seguro desemprego

Para pedir o seguro desemprego, o empregador deve preencher devidamente o CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

Esse é um formulário que também está à disposição no sistema Empregador Web e que já agiliza todo o processo de seguro desemprego.

Depois disso, a empresa deve enviar o documento ao Ministério do Trabalho. Com isso, é só o trabalhador realizar o agendamento para dar entrada no seguro desemprego. Isso pode ser feito no site do Ministério do Trabalho ou em postos de atendimento.

Agendamento do seguro desemprego

Para agendar o seguro desemprego é muito simples, o que pode ser feito pela internet, pelo SAA – Sistema de Atendimento Agendado.

Acesse: www.segurodesemprego.com.br

Quando acessar o site, você deverá incluir os seus dados pessoais, escolher o posto de atendimento e a cidade, bem como a hora. Você poderá imprimir o comprovante de agendamento do seguro desemprego.

seguro-desemprego-atrasado-calculo

Valor do seguro desemprego

O valor do seguro desemprego passou para R$ 1643,72, não podendo o valor ser menor do que um salário mínimo, no caso, de R$ 937,00.

Cálculo do Seguro desemprego

Para calcular o seguro desemprego você terá que somar a remuneração recebida nos 3 últimos meses antes de ser demitido. O total dessa conta você deverá dividir por 3.

Mas há outras regras para cálculo do seguro desemprego:

  • Para valores menores do que R$ 1450,23, você deve multiplicar o resultado por 0,8
  • Se o valor for de R$ 1450,24 até R$ 2417,29, você deve fazer a subtração de valores e o que encontrar multiplicará por 0,5 e, após, fazer a soma com R4 1160,18.
  • Se o valor for de R$ 2417,29, o parcelamento será de R$ 1643,72

Como sacar seguro desemprego

Para sacar seguro desemprego 2018 o trabalhador deve fazer o pedido do benefício dentro do prazo, que é de:

  • 7 a 120 dias após a demissão, para trabalhadores formais
  • De 7 a 90 dias para trabalhadores domésticos

Depois disso, você poderá agendar o seguro desemprego no MTE e levar documentos como:

  • RG
  • CTPS
  • Cartão do PIS ou Cartão cidadão
  • Rescisão contratual
  • Requerimento de seguro desemprego
  • Comprovante de pagamento do FGTS
  • 3 últimos contracheques
  • Sentença judicial ou homologação de acordo

O pagamento do seguro desemprego é feito em parcelas.

Parcelamento Seguro Desemprego

O parcelamento do seguro desemprego funciona da seguinte forma:

  • Trabalhou de 12 a 23 meses? Recebe 4 parcelas
  • Trabalhou de 24 a 36 meses? Recebe 5 parcelas.

Esse prazo se modifica caso seja o seu segundo ou terceiro pedido de seguro desemprego, hipótese em que o número de parcelas e o prazo trabalhado diminuem.

seguro-desemprego-parcelas

Seguro desemprego atrasado

Se o seu seguro desemprego está atrasado, contate a Caixa Econômica Federal o quanto antes ou o Ministério do Trabalho. Erros internos podem existir. No entanto, a depender do caso, pode ser que o seu seguro desemprego tenha sido bloqueado por cruzamento de dados do banco de informações do governo.

Por exemplo, se alguém que está recebendo seguro desemprego se aposenta, a Caixa faz um bloqueio do pagamento, pois não se pode receber 2 benefícios ao mesmo tempo.

Também é possível que não tenha havido repasse de verbas em tempo pelo governo federal e por isso seu seguro desemprego atrasou.

Restituição do seguro desemprego

É possível que você receba uma parcela do seguro desemprego, mas acabe arrumando um novo emprego. Assim, para que caso precise do benefício no futuro não venha a ter problemas, deve contatar a Caixa ou o MTE e verificar se não é preciso devolver a parcela do seguro desemprego sacada.

Requerimento Seguro Desemprego 2018

Requerimento Seguro Desemprego 2018
5 (100%) 1 vote

Seguro Desemprego 2018 Requerimento

O seguro desemprego é um direito de milhares de cidadãos brasileiros que preenchem os requisitos para seu recebimento. Ou seja, devem ter sido demitidos sem justa causa ou terem o contrato de trabalho interrompido, bem como cumprido requisitos de tempo para receberem parcelas, que podem ser variáveis.

Essas parcelas do seguro desemprego podem ser pagas mensalmente e vão variar conforme a situação do trabalhador. É uma ajuda financeira de modo temporário, que visa manter a subsistência do trabalhador até que ele encontre um novo emprego no mercado de trabalho. Para ter mais informações, continue acompanhando o abaixo.

dar-entrada-seguro-desemprego

Requerimento do seguro desemprego 2018

Como você já deve ter ciência, quem trabalha com carteira assinada tem o direito de receber seguro desemprego no caso de demissão sem justa causa do seu emprego.

Esse é um direito de milhares de trabalhadores regidos pela CLT (celetistas). Mas para que o trabalhador consiga receber o seguro desemprego, é preciso que ele faça o pedido de seguro desemprego.

Quem infelizmente já passou por situação de desemprego sabe que antigamente era preciso levar os papeis de seguro desemprego dados pela empresa até um posto do Ministério do Trabalho.

Mas hoje em dia isso mudou. Isso porque há um prazo para fazer o requerimento de seguro desemprego, e muitas vezes eram tantos pedidos que o Ministério não conseguia fazer todos a tempo, sem contar as diversas filas de trabalhadores que se formavam.

E como fazer o pedido de seguro desemprego? Veremos quais as opções que você dispõe.

Pedido de seguro desemprego pela internet

Há não muito tempo, o Ministério do Trabalho, objetivando melhorar o atendimento às empresas e aos trabalhadores, criou o Sistema Empregador Web, por meio do qual é possível que os requerimentos de seguro desemprego sejam feitos pela internet.

É bem simples o preenchimento do requerimento de seguro desemprego. Depois disso, é só o imprimir. Isso já facilita muito o pedido do benefício, bem como agiliza todo o processo.

requerimento-seguro-desemprego

Benefícios do requerimento de seguro desemprego online

Os benefícios do seguro desemprego online são inúmeros. Como o Sistema do Empregador Web é uma imensa base de dados, é possível cruzar os dados com aqueles obtidos pelo Ministério do Trabalho.

Outro ponto bem importante, é evitar fraudes. Infelizmente existem muitas pessoas que não precisam de seguro desemprego, mas que por conta de fraudes acabam o recebendo. Isso é maléfico para a sociedade em geral, pois acaba atrasando ou dificultando o processo de quem realmente precisa.

Por meio do Empregador Web, as empresas também podem realizar o cadastro usando algo chamado de certificado digital, promovendo o cadastro de todos os funcionários a ela vinculados.

Onde dar entrada no seguro desemprego?

Você poderá solicitar o seguro desemprego por meio do sistema Empregador Web, o que facilitará a sua vida e sem burocracias adicionais. Afinal de contas, a rapidez nesse caso é essencial para que você não fique sem renda.

Como agendar seguro desemprego?

No próprio Empregador Web há uma opção de agendamento, que é feito sem qualquer custo e online. É só escolher a cidade e o Estado em que você mora ou onde quer ser atendido.

Faça Aqui: AGENDAMENTO SEGURO DESEMPREGO 2018

Depois disso, preencha os seus dados pessoais e verá a hora, dia e em qual local você deve comparecer para dar entrada no seguro desemprego. É imprescindível que você leve documentos de identificação pessoal, carteira de trabalho, rescisão contratual, pelo menos, para que não venha a ter nenhum problema durante o pedido de seguro desemprego.

Consultar seguro desemprego 2018

É possível que você consulte pela internet a situação de pedido de seguro desemprego, bem como valores e parcelas. Além disso, poderá ver as tabelas de pagamentos do seguro desemprego.

seguro-desemprego-consulta

É só acessar o site da Caixa Econômica Federal, banco governamental responsável pelo repasse do dinheiro do seguro desemprego, informar o PIS e uma senha de cadastro, que poderá ser criada pelo trabalhador. Também é possível verificar a situação fazendo a consulta do seguro desemprego pelo app da Caixa ou nos postos de atendimento da Caixa Econômica que estão espalhados por todo o Brasil.

Tirou todas as suas dúvidas a respeito do seguro emprego? Você também precisa saber, além disso, que caso o seu benefício seja negado ou pago em valor menor, por exemplo, poderá recorrer da decisão. Há um prazo para fazer isso. Assim, informe-se e não perca o prazo para ter a possibilidade de pedir uma revisão sobre a negativa de seguro desemprego.

Algumas pessoas conseguem reverter os casos de negativa dessa forma. Mas se o seu caso for bem específico, talvez seja o momento de buscar ajuda profissional, como de um advogado trabalhista, o qual poderá lhe instruir e até mesmo, dependendo do caso, manejar uma ação judicial a fim de que você tenha o benefício do seguro desemprego aceito pelo Ministério do Trabalho.

Faça o requerimento do Seguro Desemprego 2018 no site: www.segurodesemprego.com.br

PIS 2018 Calendário de Pagamento

PIS 2018 Calendário de Pagamento
5 (100%) 10 votes

Calendário de Pagamento do PIS 2018

Existe em todo o Brasil uma política de Assistência Social que move toda uma estrutura governamental que tem seu principal foco nas pessoas mais carentes. Isso se faz através de programas de distribuição de renda e outras iniciativas mais que visam diminuir a pobreza e alavancar a economia do país.

O PIS 2018 (Programa de Integração Social) é uma dessas iniciativas. E trata-se também de uma excelente forma de rentabilização para quem está numa determinada faixa de renda mensal durante o decorrer do ano. Isso porque, conforme veremos nesse artigo, é um benefício que se direciona a uma parcela específica da população, que atende a determinados critérios para sua maior compreensão, gostaríamos de lhe apresentar nesse post algumas informações importantes sobre o PIS e como ele chega aos cidadãos que realmente necessitam dele. Veja e tire suas dúvidas sobre o assunto!

pis-calendario

Diferença entre PIS e PASEP e formas de recebimento

Para melhor esclarecer sobre o PIS 2018, é interessante estabelecer qual a real diferença entre PIS e PASEP e quem tem direito a um e a outro. É bastante simples! O PIS é o programa que atende os trabalhadores da iniciativa privada. E o PASEP é o programa que atende os servidores públicos.

Os bancos que administram esses recursos e liberam os pagamentos aos trabalhadores são:

– Caixa Econômica Federal, para pagamento do PIS;

– Banco do Brasil, para pagamento do PASEP.

Para receber o benefício, os cidadãos que já possuem conta bancária nos referidos bancos (independente de ser corrente ou poupança) o recebem diretamente na conta, como crédito. E os que não possuem conta nesses bancos precisam se dirigir a uma agência bancária e solicitar o pagamento que, se estiver disponível, será pago no mesmo instante.

Mas como saber a data certa de recebimento do benefício do PIS em 2018, para não ir ao banco diversas vezes procurar informações? Para isso você pode se utilizar do calendário de pagamento, que iremos lhe apresentar agora!

Calendário de pagamento PIS 2018

A apreensão que tem tomado conta das pessoas se refere às mudanças que o Governo Federal fez no calendário de 2018, deixando para 2018 o pagamento que deveria ser feito no segundo semestre de 2018. Isso foi feito devido à crise econômica, que “arrochou” as contas do governo. E a expectativa, até o momento, é que os pagamentos de 2018 sejam feitos no segundo semestre, já que os do segundo semestre desse ano serão pagos no primeiro semestre de 2018. Mas ainda não há um calendário estipulado para isso. O que podemos lhe repassar é o calendário de pagamentos do exercício de 2018, uma parte dele transferido para 2018. Veja o calendário do PIS 2018:

Mês de Nascimento Receber a partir de Recebimento até
Julho 22/07/2018  

 

 

 

 

30/06/2018

Agosto 20/08/2018
Setembro 17/09/2018
Outubro 15/10/2018
Novembro 19/11/2018
Dezembro 17/12/2018
Janeiro 14/01/2018
Fevereiro 14/01/2018
Março 16/02/2018
Abril 16/02/2018
Maio 17/03/2018
Junho 17/03/2018

Um benefício para os trabalhadores

Somente as pessoas que conseguem comprovar determinado tempo de trabalho no exercício anterior têm direito ao PIS no exercício atual. Iremos lhe explicar sobre essas regras mais adiante. Mas gostaríamos de deixar claro que esse é um benefício exclusivo para os trabalhadores. Quem não teve um trabalho regulamentado, de carteira assinada ou exercício de cargo/ função no Poder Público, no decorrer do ano anterior não vai receber o PIS no atual.

pis-pagamento

A informalidade e contribuições à parte

Conforme disse, a pessoa, para ter direito ao PIS, deve ter comprovação de serviço como empregada no setor público ou privado. Quem trabalha na informalidade ou contribui com a previdência através de outros meios (Contribuinte Individual, MEI, Autônomo, Profissional Liberal, etc.) não tem direito ao PIS, mesmo que sua contribuição seja feita dentro dos parâmetros exigidos pelo programa.Portanto, se você não está enquadrado como empregado de empresa privada ou funcionário do Poder Público, não existe para você o benefício do PIS.

Quem tem direito ao PIS 2018?

Muita gente tem receio quanto aos critérios para receber o PIS em 2018 devido às mudanças feitas pelo Governo Federal, que tornaram mais rígidas as regras para a concessão do mesmo. Mas essas mudanças somente irão afetar os trabalhadores para o recebimento do PIS em 2017. Ou seja, para o próximo calendário, as regras vigentes ainda são as antigas. Se você não sabe quais são, vamos indicá-las para você agora!

1 – Estar cadastrado no PIS/ PASEP há pelo menos cinco anos;

2 – Ter trabalhado com registro em carteira por pelo 30 dias, consecutivos ou não;

3 – Ter recebido até dois salários mínimos no ano-base do calendário;

4 – Ter seus dados relacionados na RAIS, e que sejam enviados ao Ministério do Trabalho até o dia 20 de março.

Não deixe de receber o seu PIS 2018. Esteja atento a esse benefício que é um direito de todo o trabalhador e não perca essa oportunidade de injetar mais um salário nas suas finanças!

Calendário do PIS 2018

calendario-pis-2018

Valor do PIS 2018

valor-do-pis

PIS 2018 Valor – Saldo

PIS 2018 Valor – Saldo
5 (100%) 6 votes

Valor do PIS 2018

É trabalhador de carteira assinada? Com certeza deve saber o que é o PIS (Programa de Integração Social). Se não sabe, está no momento de saber o que é, quais direitos o trabalhador tem e qual o valor do PIS 2018 que irá receber.

pis-2018-valor-saldo

O que o PIS?

O PIS 2018 é um programa criado pelo Governo Federal e tem como finalidade promover a integração do empregado na vida e no desempenho das empresas. Junto com o PIS tem o PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e os dois são conhecidos mais como PIS/PASEP, mas este último é destinado aos trabalhadores servidores que são regidos pelo Regime Jurídico estatutário federal e é um benefício administrado pelo Banco do Brasil. Enquanto isso, o PIS é administrado pela Caixa Econômica Federal e é destinado aos trabalhadores de empresas privadas regidas pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Quanto ao PIS assim como o PASEP é um número cadastrado (de onze dígitos decimais) que é feito através do Documento de Cadastro do NIS e cartão do CNPJ, sendo este último dá mais segurança ao FGTS e gerir o Programa de Integração Mas, vamos falar profundamente sobre o PIS.

Para ter acesso ao PIS é necessário o trabalhador tenha sido cadastrado pelo empregador no ato da admissão do trabalhador por meio do Documento de Cadastramento do NIS. Depois do seu cadastramento, o trabalhador recebe cartão contendo seu número de inscrição e este documento e dados permite que o trabalhador faça consulta e saques dos benefícios sociais a que o trabalhador tem direito. Esta consulta é feira pelo site da Caixa Econômica Federal, que administra o benefício principalmente no que diz respeito à inscrição, pagamento e deve armazenar os dados e valores a serem pagos ao trabalhador inscrito no PIS.

valor-do-pis

O PIS foi criado na década de 1970 para os empregados da iniciativa privada e que é fundo criado para integrar o trabalhador na vida e no desenvolvimento das empresas. Na verdade, é um programa de transferência de renda, possibilitando melhor distribuição de renda nacional, assim você terá direito a um saldo do PIS 2018 para sacar.

Como funciona o PIS 2018 – Tabela PIS 2018

Com base em novas regras, o PIS é pago conforme o número de meses laborados no ano anterior. Como exemplo, se uma pessoa trabalhou 2 meses no ano anterior, receberá 2/12 de um salário mínimo. E assim por diante, culminando com aquele que trabalhou 12 meses, e que receberá o valor total do PIS 2018.

Agora que você já viu como funciona a tabela PIS 2018, poderá calcular facilmente qual o valor recebido no seu caso. Lembre-se de que o valor e a data de pagamento do PIS 2018 pode variar de pessoa para pessoa.

pis-consulta-saldo

PIS 2018 Saldo

Faça a consulta de saldo do PIS 2018 acessando o site da CAIXA.

O que acontece se não sacar PIS 2018?

Se você não sacar o PIS 2018, o valor volta para o “bolo”. Assim, só no final de 2018 você poderá realizar o saque conforme o novo calendário do PIS 2018-2019.

Tabela de Pagamento PIS 2018

Data de nascimento Data de saque: Data limite de saque:
Julho 27/07/2017 29/06/2018
Agosto 17/08/2017 29/06/2018
Setembro 14/09/2017 29/06/2018
Outubro 19/10/2017 29/06/2018
Novembro 17/11/2017 29/06/2018
Dezembro 14/12/2017 29/06/2018
Janeiro e Fevereiro 18/01/2018 29/06/2018
Março e Abril 22/02/2018 29/06/2018
Maio e Junho 15/03/2018 29/06/2018

 

Por isso, se tem direito ao PIS 2018 é importante consultar o calendário de pagamento do PIS 2018 que é feio o pagamento a partir da data de nascimento do trabalhador. Por exemplo no calendário do ano anterior, o trabalhador que nasceu em julho, o pagamento será feito dia 13 de agosto; nasceu em agosto, o pagamento é feito a partir de 15 de agosto; em setembro, o pagamento será feito em 20 de agosto. O calendário PIS 2018 disponível para saber a data de pagamento você confere em: Calendário do PIS 2018.