Seguro Desemprego 2018 Parcelas, Atrasado, Cálculo

Receber Parcelas do Seguro Desemprego Atrasado

O seguro desemprego é uma ajuda financeira que não é definitiva, já que conferida ao trabalhador que foi demitido sem justa causa do seu emprego. Esse auxílio é pago como se objetivasse substituir o salário que o empregado ganharia se estivesse trabalhando. Ao menos até que ele ganhe uma nova renda. O seguro é pago com base no Fundo de Amparo ao Trabalhador – FAT.

seguro-desemprego

Assim, em vista das novas reformas políticas que estão por vir, nada melhor do que conhecer bem os seus direitos de hoje. Quer saber como o seguro desemprego funciona? Acompanhe mais informações abaixo.

Quem tem Direito ao Seguro Desemprego 2018?

O Seguro desemprego é pago aos trabalhadores dispensados em justa causa, ou seja, que não deram causa à sua demissão. A nova Lei (Lei n° 13134/2015) realizou modificações no seguro desemprego.

Antigamente, o trabalhador poderia laborar somente 6 meses e já fazer o pedido de seguro desemprego. Atualmente, após a vigência da lei, é preciso trabalhar pelo menos 12 meses para ter direito ao seguro desemprego.

Para receber o seguro desemprego 2018, o trabalhador deve preencher outra série de requisitos, como:

  • Não receber benefícios como auxílio-doença ou aposentadoria
  • Ter 12 meses de trabalho custeados pelo empregador
  • Não receber benefícios de parcelas contínuas do INSS
  • Não ter outra renda

Como solicitar seguro desemprego

Para pedir o seguro desemprego, o empregador deve preencher devidamente o CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

Esse é um formulário que também está à disposição no sistema Empregador Web e que já agiliza todo o processo de seguro desemprego.

Depois disso, a empresa deve enviar o documento ao Ministério do Trabalho. Com isso, é só o trabalhador realizar o agendamento para dar entrada no seguro desemprego. Isso pode ser feito no site do Ministério do Trabalho ou em postos de atendimento.

Agendamento do seguro desemprego

Para agendar o seguro desemprego é muito simples, o que pode ser feito pela internet, pelo SAA – Sistema de Atendimento Agendado.

Acesse: www.segurodesemprego.com.br

Quando acessar o site, você deverá incluir os seus dados pessoais, escolher o posto de atendimento e a cidade, bem como a hora. Você poderá imprimir o comprovante de agendamento do seguro desemprego.

seguro-desemprego-atrasado-calculo

Valor do seguro desemprego

O valor do seguro desemprego passou para R$ 1643,72, não podendo o valor ser menor do que um salário mínimo, no caso, de R$ 937,00.

Cálculo do Seguro desemprego

Para calcular o seguro desemprego você terá que somar a remuneração recebida nos 3 últimos meses antes de ser demitido. O total dessa conta você deverá dividir por 3.

Mas há outras regras para cálculo do seguro desemprego:

  • Para valores menores do que R$ 1450,23, você deve multiplicar o resultado por 0,8
  • Se o valor for de R$ 1450,24 até R$ 2417,29, você deve fazer a subtração de valores e o que encontrar multiplicará por 0,5 e, após, fazer a soma com R4 1160,18.
  • Se o valor for de R$ 2417,29, o parcelamento será de R$ 1643,72

Como sacar seguro desemprego

Para sacar seguro desemprego 2018 o trabalhador deve fazer o pedido do benefício dentro do prazo, que é de:

  • 7 a 120 dias após a demissão, para trabalhadores formais
  • De 7 a 90 dias para trabalhadores domésticos

Depois disso, você poderá agendar o seguro desemprego no MTE e levar documentos como:

  • RG
  • CTPS
  • Cartão do PIS ou Cartão cidadão
  • Rescisão contratual
  • Requerimento de seguro desemprego
  • Comprovante de pagamento do FGTS
  • 3 últimos contracheques
  • Sentença judicial ou homologação de acordo

O pagamento do seguro desemprego é feito em parcelas.

Parcelamento Seguro Desemprego

O parcelamento do seguro desemprego funciona da seguinte forma:

  • Trabalhou de 12 a 23 meses? Recebe 4 parcelas
  • Trabalhou de 24 a 36 meses? Recebe 5 parcelas.

Esse prazo se modifica caso seja o seu segundo ou terceiro pedido de seguro desemprego, hipótese em que o número de parcelas e o prazo trabalhado diminuem.

seguro-desemprego-parcelas

Seguro desemprego atrasado

Se o seu seguro desemprego está atrasado, contate a Caixa Econômica Federal o quanto antes ou o Ministério do Trabalho. Erros internos podem existir. No entanto, a depender do caso, pode ser que o seu seguro desemprego tenha sido bloqueado por cruzamento de dados do banco de informações do governo.

Por exemplo, se alguém que está recebendo seguro desemprego se aposenta, a Caixa faz um bloqueio do pagamento, pois não se pode receber 2 benefícios ao mesmo tempo.

Também é possível que não tenha havido repasse de verbas em tempo pelo governo federal e por isso seu seguro desemprego atrasou.

Restituição do seguro desemprego

É possível que você receba uma parcela do seguro desemprego, mas acabe arrumando um novo emprego. Assim, para que caso precise do benefício no futuro não venha a ter problemas, deve contatar a Caixa ou o MTE e verificar se não é preciso devolver a parcela do seguro desemprego sacada.